MOSTEIRO DE ALCOBAÇA CLAUSTRO DE D.DINIS

My Image

VISITA VIRTUAL 360º

(PT) CLAUSTRO DE D.DINIS

Trata-se do único claustro medieval do Mosteiro de Alcobaça. Construído no reinado de D. Dinis, presumivelmente entre 1308 e 1311, foi concebido por Domingo Domingues e Mestre Diogo, sendo um dos mais belos do gótico português.
Posteriormente, no reinado de D. Manuel I (1495-1521) por ordem do Abade D. Jorge de Melo, foi-lhe acrescentado um piso superior (Sobreclaustro) com traça de João de Castilho.
Todo o Claustro é abobadado, com arcos torais de volta perfeita e ogivas. As abóbadas acompanham a assimetria da construção, sendo irregulares sobretudo a poente.
Uma inscrição frente à Sala do Capítulo, indica o ano e o dia em que foi começado. Este claustro deve ter substituído outro do tempo da fundação, de estrutura mais simples e de menor altura, como atestam os vestígios nas mísulas da parede do lado da Igreja do Capítulo. Este claustro também conhecido por claustro do silêncio, por nele não ser permitido falar. Ailás essa era uma regra geral dos monges de cister, o voto do silencio,em caso de emergencia comunicavam-se por gestos, e só podiam falar com o prior, num determinado dia.
Constituído por quatro galerias, os cistercienses davam uma designação própria a três delas de acordo com o fim a que se destinavam : - galeria da leitura a sul, galeria do capítulo a oriente e galeria do refeitório, a norte.

(EN) CLOISTER OF KING DINIS

The Cloister of King Dinis, also known as the cloister of silence, was built by King Dinis himself in the 14th Century. It replaces the original cloister which, judging from the traces of the brackets in the church and Chapter house, must have been lower and of simpler structure. This was the central area of the Moastery, around which the main buildings where erected; the Church, the Chapter House, the Parlatory, the Monk´s Hall, the Refectory, the Kitchen and , on the upper floor, the Dormitory. This was an area used by the monks to go from one place to another, allways in the strictest silence. The galleries on the ground floor were completed in 1311, the work being attributed to Domingo Domingues and Master Diogo. Their original volumetry was altered by the addition of the upper floor (1505-1519) by order of Abbot Jorge de Melo, under the direction of Master Juan de Castillo with the collaboration of Nicolau Pires.